top of page

Dino e a Dama do tráfico


Dino não vem sendo acusado de ter se reunido diretamente com uma integrante do Comando Vermelho. Ele vem sendo cobrado pela oposição e pela opinião pública por ser o responsável hierárquico pelas autoridades que receberam Luciane Barbosa Farias, conhecida como “dama do tráfico amazonense” e esposa de um líder do Comando Vermelho, e a ex-deputada do PSOL-RJ, Janira Rocha.


As duas se reuniram com Rafael Velasco, titular da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), com Sandro Abel Sousa Barradas, Diretor de Inteligência Penitenciária da Senappen, com Paula Cristina da Silva Godoy, da Ouvidoria Nacional de Políticas Penais (Onasp) e com o secretário de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Elias Vaz, que tentou assumir a culpa pelo episódio alegando desconhecimento do envolvimento de suas interlocutoras com o crime organizado. Há fotografias dos encontros ocorridos dentro do Ministério da Justiça.


Novas reportagens do Estado de São Paulo desta quarta-feira mostraram documentações que apontam que as demandas da dama do tráfico amazonense ao Ministério da Justiça tiveram andamento dentro da pasta. Uma delas, segundo o ministério, estaria relacionada à reclamação contra o uso de scanners corporais em mulheres grávidas durante visitas a detentos no sistema prisional.


Elias Vaz disse que não sabia das conexões de Luciane com o Comando Vermelho e prometeu que os procedimentos de ingresso no ministério serão revistas. O Ministério da Justiça não tem se referido à suspeita da ex-deputada do PSOL alegadamente também ser financiada pela facção criminosa.


O Estado de S.Paulo trouxe ainda evidências de ligações de Luciene com outro ministério de Lula, o de Direitos Humanos, comandando por Silvio Almeida. A pasta teria pago passagens e diárias para a dama do tráfico participar de um evento em Brasília. Luciene transitava livremente pelos ministérios do governo de Lula como representante de uma ONG que defende os direitos dos presos mas é financiada pelo Comando Vermelho, segundo investigações da polícia. Fonte gazeta do povo


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page